Springboks vencem All Blacks


SouthAfricalogo

Em um dos jogos de maior rivalidade do Rugby mundial, a África do Sul enfrentou a Nova Zelândia e o retrospecto ruim em casa, em Bloemfontein, mas para a felicidade dos seus torcedores, os Springboks venceram os All Blacks por 28 a 19, mostrand0 por que são campeões do mundo.

Com informações de BBC Sport

 Os Boks dominaram o primeiro tempo, colocando uma diferença que só não foi maior graças aos erros sucessivos de Pienaar (3 penalidades e uma conversão perdida), repetindo o péssimo aproveitamento mostrado frente aos Lions, no último mês. Ainda asssim, ele conseguiu um try e uma penalidade convertida ainda no primeiro tempo, colaborando para a construção da vitória.

Os All Blacks começaram na frente com um penal bem convertido com quase 5 minutos de jogo, seguido de um chute de Frans Steyn que empatou a partida.

Na sequência vieram a penalidade de Ruan Pienaar e o seu try, com mais de 30 minutos de jogo. Frans Steyn com mais um penal, deu números finais ao placar do primeiro tempo, 14 a 3 para o time da casa, e nada menos que 11 pontos desperdiçados. Os Wallabies haviam pago caro por erros semelhantes na semana passada.

Morne Steyn, que havia substituído muito bem a Pienaar, e quase garantiu a posição de titular antes do início do Tri Nations, mostrou a que veio logo no começo do segundo tempo, adicionando mais 3 pontos ao placar.

O time neozelandês não se entregou ereagiu de modo espetacular, característica dos homens de preto, com um try de Conrad Smith, que escapou da marcação adversária e garantiu 5 pontos, convertido por Stephen Donald, reduzindo a vantagem à metade, 17 a 10. O mesmo Donald mandou mais um grande chute entre os paus deixando a vantagem em 4 pontos, menos que um try de diferença.

Seguindo no jogo, Morne Steyn e Donald acertaram mais um penalty para cada lado, deixando a diferença em apenas 4 pontos a menos de 10 minutos para o fim. 20 a 16 para o time da casa. Jaque Fourie conseguiu o segundo try da partida para o time da casa, não convertido.

Stephen Donald bem que tentou comandar a reação, com mais uma penalidade bem cobrada, mas Morne Steyn mostoru o sangue frio que apareceu contra os Lions para garantir a vitória, sem permitir o ponto extra dos All Blacks.

Placar final 29 a 18 e a demonstração de quem manda no Rugby atualmente.  

Com o resultado, a África do Sul é a nova líder do ranking mundial da IRB, que deverá ser divulgado amanhã, deixando os homens de preto em segundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: