Resultados do final de semana


Neste final de semana tivemos jogos pelo Tri Nations Series, pela Currie Cup e pela Air New Zealand Cup. Vamos a eles.

trinations

Começo de Tri Nations impecável para a África do Sul. Mais uma vitória: 29 x 17 sobre a Austrália, na Cidade do Cabo. Com isso, os Springboks encerraram seus jogos em casa com três vitórias em três jogos, não anotando nenhum ponto-bônus (o que é muito difícil nas Três Nações), mas impedindo que seus adversários o fizessem. Agora, a equipe do abertura recordista Morné Steyn têm ampla vantagem na liderança da competição e irá visitar duas vezes os Wallabies (em Perth e em Brisbane) e uma vez os All Blacks (em Hamilton), com favoritismo. Digo isso pela forma contundente com que os Boks passaram por seus adversários.

Entretanto, não devemos nos enganar: no torneio das Três Nações vencer fora de casa é uma tarefa por vezes hercúlea. O que os Springboks buscaram são, sobretudo, os pontos-bônus. Vitórias podem ocorrer, mas viajar à Oceania e ganhar no campo de adversários tão gabaritados e sedentos por revanche – tão alimentada pela eterna rivalidade entre os três – não é a mais segura das apostas. A África do Sul sanou, aparentemente, um dos seus maiores problemas: penais, cometendo-os menos que seus rivais.

Considerava os Wallabies a equipe mais gabaritada a derrotar os Springboks, pela grande fase de muitos dos principais jogadores – Giteau, O’Connor, Ashley-Cooper, Mortlock -, pelas apresentações recentess – poderiam ter vencido os All Blacks em Auckland se não fossem alguns errors capitais de ataque cometidos – e pelo grande técnico Robbin Deans . E eles começaram a partida demonstrando isso, com uma grande jogada de ataque com excelente finalização de Ashley-Cooper. 7 x 0 para os Wallabies. Contudo, mesmo com grande atuação de Giteau e do jovem O’Connor (que substituiu Mortlock, no primeiro tempo), os Boks se recompuseram e, com outra grande atuação de Morné Steyn, venceram com justiça.

Porém, certamente muito da vitória dos Boks se deveu ao número absurdo de penalidade e cartões amarelos (3) dos Wallabies, que pecaram justamente em tais quesitos. Além disso, a atuação no segundo tempo dos sulafricanos deixou a desejar, mas a vitória veio e não deixou dúvidas de que o primeiro lugar no ranking mundial não é por acaso. Já os australianos ainda estão vivos. Duas vitórias, duas derrotas, porém com um ponto-bônus. Os aussies jogam suas fichas no campeonato nas três próximas partidas em casa, e creio que ainda mostraram um grande rugby.

O próximo jogo será dia 22/8, com Austrália x Nova Zelândia, em Sydney.

Classificação:

1 – África do Sul – 3 jogos, 3 vitórias, 0 pontos-bônus, 12 pontos

2 – Nova Zelândia – 3 jogos, 1 vitória, 2 derrotas, 0 pontos-bônus, 4 pontos

3 – Austrália – 2 jogos, 0 vitórias, 2 derrotas, 1 ponto-bônus, 1 ponto

 

curriecup logo

Pela Premier Division da Currie Cup sulafricana, a liderança dos Griquas é inabalável. A equipe de Kimberley chegou à quinta vitória em cinco jogos. Desta vez, contra um dos grandes do país, o Western Province, em uma partida sensacional. Mas os Griquas não podem se descuidar, com os atuais campeões, os Sharks, de Hernandez (que finalmente estreiou), que já estão no segundo posto e começaram a crescer com consistência no torneio, roubando a segunda posição dos Blue Bulls, que despencaram para o quinto posto. A equipe de Pretória foi derrota pelo Free State Cheetahs que, finalmente, saiu do jejum. Resultados:

Wildeklawer Griquas 33 x 32 Western Province, em Kimberley

Boland Cavaliers 13 x 19 Golden Lions, em Wellington

Platinum Leopards 15 x 44 Natal Sharks, em Rustenburg

Free State Cheetahs 24 x 15 Blue Bulls, em Bloemfontein

Classificação, após 5 rodadas:

1 – Wildeklawer Griquas – 23 pontos

2 – Natal Sharks – 18 p.

3 – Western Province – 15 p.

4 – Golden Lions – 15 p.

5 – Blue Bulls – 14 p.

6 – Free State Cheetahs – 5 p.

7 – Boland Cavaliers – 5 p.

8 – Platinum Leopards – 0 p.

 

airnewzealandcuplogo

Por fim, a Air New Zealand Cup assistiu à estréia de Dan Carter, pelo Canterbury. De fora do elenco All Black do Tri Nations, Carter é, sem dúvida alguma, o maior nome do torneio kiwi desta temporada, e pode ser o homem decisivo para os “Carneiros” (apelido de Canterbury) repetirem o feito do ano passado e se sagrarem campeões. Carter mostou sua condição anotando todos os 22 pontos de sua equipe na vitória sobre seus grande rivais de Auckland. Talvez o grande obstáculo que Canterbury enfrentará serão os Leões de Wellington, que venceram, fora de casa, a sensação da primeira rodada, o Hawke’s Bay – comprovando apenas que a situação de Auckland é trágica. Por ora, Wellington divide a liderança Southland, que venceu seus rivais de Highlanders, o  Otago (outra equipe tradicional que está muito mal), em pleno estádio de Carisbrook ,em Dunedin; e com Bay of Plenty, que atropelou a equipe dos subúrbios sul de Auckland, o Counties Manukau.

Resultados:

Northland 29 x 16 Taranaki, em North Shore City (o estádio de Whangarei, casa do Northland, foi interditado)

North Harbour 15 x 19 Tasman, em North Shore City

Otago 19 x 26 Southland, em Dunedin

Waikato 30 x 22 Manawatu, em Hamilton

Hawke’s Bay 13 x 21 Wellington, em Napier

Auckland 16 x 22 Canterbury, em Auckland

Counties Manukau 9 x 32 Bay of Plenty, em Pukekohe

Classificação, após 2 rodadas:

1 – Bay of Plenty – 8 pontos

2 – Southland – 8 p.

3 – Wellington – 8 p.

4 – Hawke’s Bay – 5 p.

5 – Northland – 5 p.

6 – Canterbury – 5 p.

7 – North Harbour – 5 p.

8 – Waikato – 5 p.

9 – Manawatu – 5 p.

10 – Taranaki – 4 p.

11 – Tasman – 4 p.

12 – Otago – 2 p.

13 – Counties Manukau – 2 p.

14 – Auckland – 1 p.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: