Resultados do final de semana – 2ª Parte


A segunda parte do “Resultados do final de semana” demorou mas saiu! Farei um resumo do que de melhor ocorreu nos gramados do rugby nas Ilhas Britânicas e no Japão.A rodada do Super 10 italiano será nesta quarta-feira, e será noticiada à parte. O rugby da Magners League, da Guinness Premiership e da Top League para o leitor do Blog do Rugby.

Magners_league_logo

A supremacia escocesa neste início de Magners League foi por água a baixo. Na sexta-feira, o Glasgow Warriors sofreu sua segunda derrota consecutiva, frente aos Ospreys. Sedentos por reabilitação, os galeses jogaram muito na segunda etapa para reverter a desvantagem no placar. Com tries do irlandês Tommy Bowe e do galês Nikki Walker, os Ospreys fizeram 26 x 16 e conseguiram os 4 pontos.

O fim de semana ruim para a Escócia continuou no sábado, com a primeira derrota do Edinburgh, em casa para o Leinster. A derrota poderia ter sido evitada nos acréscimos do segundo tempo, quando o Edinburgh teve um penal a seu favor que, se convertido, lhe daria a vitória. Mas o inesperado deu as caras. Chris Paterson, o homem que nunca erra seus chutes, um dos maiores jogadores nesse fundamento no rugby mundial, simplesmente perdeu a cobrança. 21 x 19 para os irlandeses. No confronto dos chutados, McFadden por Leinster e Paterson por Edinburgh, surpreendentemente o escocês saiu derrotado.

Nas demais partidas da derrota, vitória fácil de Ulster sobre Connacht no derby irlandês. Quem obteve um triunfo vital foi o Cardiff Blues. O péssimo começo de temporada da equipe não afastou os torcedores do Cardiff City Stadium. Os mais de 12 mil torcedores que compareceram ao estádio neste sábado foram premiados com uma suada vitória sobre os Scarlets, decidida no finalzinho. Confronto parelho e de bom rugby na capital do País de Gales. Por fim, Munster recebeu o Newport Gwent Dragons na cidade de Cork, e venceu, com hat-trick (três tries anotados) do oitavo Nick Williams. 27 x 3 para o Red Army.

Resultados:

Glasgow Warriors 16 x 23 Ospreys, em Glasgow, Escócia

Connacht 6 x 30 Ulster, em Galway, Irlanda

Cardiff Blues 19 x 15 Scarlets, em Cardiff, País de Gales

Edinburgh 19 x 21 Leinster, em Edinburgo, Escócia

Munster 27 x 3 Newport Gwent Dragons, em Cork, Irlanda

Classificação, após 4 rodadas:

1 – Edinburgh – 14 pontos.

2 – Munster – 13 p.

3 – Leinster – 13 p.

4 – Ulster – 10 p.

5 – Ospreys – 10 p.

6 – Newport Gwent Dragons – 9 p.

7 – Glasgow Warriors – 8 p.

8 – Cardiff Blues – 6 p.

9 – Scarlets – 6 p.

10 – Connacht – 5 p.

guinness_premiership

A quarta rodada da Guinness Premiership começou na sexta-feira com um empate entre Newcastle e Harlequins, a princípio ruim para ambos. Mas as derrotas de Leeds e Gloucester acabaram por lhes render uma posição acima na tabela.

Leeds foi superado com facilidade (30 x 10) pelo Northampton Saints, que tem bom início de temporada, já alcançando o terceiro posto. Já Gloucester segue irreconhecível – se comparado à ótima equipe dos últimos anos. Os vermelhos foram derrotados pelos Saracens, em Watford. Os Sarries, o clube mais sul-africano da liga, alcançou a liderança do certame. O time de Londres vem muito bem em campo, mas tem muito a crescer ainda fora de campo.

Após levar mais de 40 mil pessoas ao estádio de Wembley em seu duelo contra Northampton, os Saracens tiveram um público inferior a 8 mil pessoas contra Gloucester. O clube é ambicioso, tem como projeto se tornar o maior clube da cidade, e vem reforçando seus laços com a África do Sul, não só contratando jogadores, como marcando, para o final do ano, um amistoso contra os Springboks, em Wembley. O fraco público em Watford só mostra o quão longo é o caminho. Mas que, certamente, vem se encurtando. Liderar a Premiership tem que ser uma constante de agora em diante para os Sarries. Pelo rugby que vêm demonstrando neste início, a liderança está em boas mãos.

A ponta na tabela foi roubado dos Wasps, derrotados pelo London Irish, no duelo dos “London”. Os Exiles estão na vice-liderança e mostrando um rugby incisivo e de ótima qualidade. A boa mira de Ryan Lamb e os dois tries de Tagicakibau premiaram a equipe após frenética partida. Para o London Wasps a derrota serviu para abrir os olhos da equipe, para não se deixar levar pelo bom começo.

No grande clássico da rodada, Bath e Leicester Tigers, os dois maiores campeões ingleses, ficaram no empate. O placar 20 x 20 expressa bem a partida. Boa e equilibrada. O try sensacional de Hipkiss para os tigres não foi suficiente para dar a vitória aos visitantes, mais incisivos. A pontaria apurada de Nicky Little garantiu o empate aos anfitriões no fim da partida.

Resultados:

Newcastle Falcons 17 x 17 Harlequins, em Newcastle

Northampton Saints 30 x 10 Leeds Carnegie, em Northampton

Worcester Warriors 24 x 18 Sale Sharks, em Worcester

Bath 20 x 20 Leicester Tigers, em Bath

London Irish 28 x 16 London Wasps, em Reading

Saracens 19 x 16 Gloucester, em Watford

Classificação, após 4 rodadas:

1 – Saracens – 16 pontos

2 – London Irish – 15 p.

3 – Northampton Saints – 14 p.

4 – London Wasps – 12 p.

5 – Leicester Tigers – 11 p.

6 – Worcester Warriors – 9 p.

7 – Bath – 7 p.

8 – Sale Sharks – 7 p.

9 – Newcastle Falcons – 6 p.

10 – Gloucester – 5 p.

11 – Harlequins – 3 p.

12 – Leeds Carnegie – 2 p.

O The Championship, a segunda divisão inglesa, chegou a sua quarta rodada com três equipes invictas, e a liderança isolada nas mãos do Bristol, que derrotou fora de casa o até então também invicto Bedford Blues. Confronto muito importante entre dois sérios candidatos à promoção à Guinness Premiership. E triunfo fundamental do Bristol.

No clássico da costa sul, o Exeter Chiefs derrotou os rivais de Plymouth, e segue invicto; assim como o Cornish Pirates, que saiu triunfante sobre Coventry.

Resultados:

Rotherham Titans 22 x 28 London Welsh, em Rotherham

Moseley 33 x 25 Doncaster Knights, em Birmingham

Exeter Chiefs 30 x 24 Plymouth Albion, em Exeter

Bedford Blues 5 x 6 Bristol, em Bedford

Nottingham 53 x 27 Birmingham & Solihull Bees

Cornish Pirates 20 x 14 Coventry, em Camborne

Classificação, após 4 rodadas:

1 – Bristol – 18 pontos

2 – Cornish Pirates – 17 p.

3 – Exeter Chiefs – 17 p.

4 – Bedford Blues – 15 p.

5 – Nottingham – 14 p.

6 – London Welsh – 6 p.

7 – Plymouth Albion – 6 p.

8 – Moseley – 6 p.

9 – Rotherham Titans – 5 p.

10 – Coventry – 5 p.

11 – Birmingham & Solihull Bees – 1 p.

12 – Doncaster Knights – 0 p.

 

Top League japonesa. Quarta rodada.

Resultados:

Ricoh Black Rams 6 x 23 Kobelco Steelers

Toshiba Brave Lupus 8 x 12 Toyota Verblitz

Kintetsu Liners 10 x 44 Suntory Sungoliath

Yamaha Jubilo 25 x 20 Honda Heat

Kubota Spears 24 x 35 Fukuoka Sanix Blues

Sanyo Wild Knights 33 x 11 Coca-Cola West Red Sparks

Kyuden Voltex 7 x 13 NEC Green Rockets

Liderança: Sanyo Wild Knights – 18 pontos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: