Resultados do meio de semana – Top 14 e final da URBA


Final de campeonato na Argentina! O Hindú derrotou o CASI, nesta quarta-feira, e se sagrou campeão de Buenos Aires! E tivemos rodada também na França. A 12ª rodada do Top 14 francês foi disputada nesta quinta-feira! Vamos aos resultados.

Top14

Comecemos pelo Campeonato Francês. A 12ª rodada teve um confronto de dois times que lutam diretamente pela liderança do equilibrado Top 14 desta temporada. O Castres recebeu o Clermont e conseguiu segurar os homens de amarelo, mesmo com fenomenal partida de Julien Bonnaire, asa do Clermont. Verdadeira ovelha negra do certame, o Castres vem consegiindo se manter entre os primeiros colocados por muito tempo. É verdade que o time já demonstra suas limitações, e não vem sendo capaz de impôr seu jogo ao longo de 80 minutos sobre os adversários mais fortes, mas para uma equipe que sequer era cotada para avançar ao mata-mata final, não perder para os favoritos e seguir na cola deles já, por si só, é muito louvável. 9 x 9 na cidade do Tarn.

A outra grande partida da rodada foi entre Perpignan, mais líder do que nunca, e Toulon. Sem Wilkinson em campo, o time da Provença não teve muito o que fazer nos gramados catalães. Nem van Niekerk nem Fernandez Lobbe foram capazes de segurar os líderes do Top 14. Com tries dos pontas Sid e Manas, e com boa pontaria de Mele e de Porical (em fase exuberante), o Perpignan dominou a partida, saindo de campo com vitória por 25 x 9.

Brive e Bayonne se enfrentaram em jogo de duas equipes em crise. O Brive flertava com a zona de rebaixamento, e vem tendo uma decepcionante temporada. Já o Bayonne está em queda livre, e já amarga a vice-lanterna. Mas o Brive soube fazer valer o mando de campo. Virou a primeira etapa vencendo por 13 x 0, permitiu o Bayone apertar o jogo, com dois tries, mas nada mais ocorreu no final da partida. 19 x 14 para Brive, e Bayonne à beira do precipício. O outro desesperado é o Albi, dono absoluto da lanterna. O time albigense foi a Paris enfrentar o Stade Français. A partida foi uma verdadeira decepção da parte parisiense, com o Albi sabendo aproveitar a condição de franco atirador.  Resultado: fraco desempenho parisiense e vitória por 23 x 18. Melhor para o Albi, que conseguiu ao menos 1 ponto de bonificação defensiva. O Stade realmente ainda não se acertou sob os novos técnicos Delmas e Faugeron.

Nas demais partidas, o Toulouse atropelou o Bourgoin, anotando 4 tries, e já ocupa a vice-liderança. O gigante está acordando! E o Montpellier venceu o Montauban, se distanciando um pouco mais da zona de rebaixamento. A partida entre Biarritz e Racing Métro foi adiada devido às fortes chuvas que caíram no País Basco.

Resultados:

Castres 9 x 9 Clermont, em Castres

Toulouse 41 x 3 Bourgoin, em Toulouse

Montpellier 19 x 0 Montauban, em Montpellier

Brive 19 x 14 Bayonne, em Brive

Stade Français 23 x 18 Albi, em Paris

Perpignan 25 x 9 Toulon, em Perpignan

Biarritz x Racing Métro, em Biarritz – adiada

Classificação, após 12 rodadas:

1 – Perpignan – 40 pontos

2 – Toulouse – 36 p.

3 – Castres – 36 p.

4 – Clermont – 35 p.

5 – Stade Français – 31 p.

6 – Toulon – 30 p.

7 – Biarritz – 11 jogos, 28 p.

8 – Racing Métro – 11 jogos, 27 p.

9 – Montauban – 25 p.

10 – Montpellier – 25 p.

11 – Brive – 24 p.

12 – Bourgoin – 22 p.

13 – Bayonne – 18 p.

14 – Albi – 10 p.

urbaHindu

É campeão! Melhor, é tetracampeão! Nesta quarta-feira o Hindú derrotou o CASI por 31 x 22 na final do torneio da URBA, o campeonato de rugby de Buenos Aires. O jogo foi disputado na “Catedral”, o estádio do CASI (Club Atlético de San Isidro), em dia que foi uma verdadeira ceelbração do rugby argentina, uma grande festa, com muitas cores e muitos, mas muitos, torcedores, de ambos os times. A partida era para ter sido realizada no final de semana, mas a chuva obrigou a organização a postergar a decisão, dando um requinte a mais ao espetáculo.

O partida foi de grande nível, com um verdadeeiro festival de drop goals (5 no total). Contudo, que roubou a cena foi o ponta do Hindú, Belisário Agulla. Com três tries em uma final, na casa do adversário, o jogador entrou para a história do torneio da URBA. O CASI bem que tentou reagir, mas já era tarde. Quarto título consecutivo do hinduísmo, 6 na história. Ainda bem distantes dos atleticanos de San Isidro (que somam 33 conquistas), é verdade. Mas o Hindú já marca uma era. Os anos 2000 tiveram um dono em Buenos Aires, e ele veste amarelo e azul.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: