Irlanda vence a primeira do ano


  

 

A Irlanda começou o Six Nations 2010 com uma vitória tranquila sobre a Itália, por 29 a 11. Apesar dos italianos não terem ameaçado a vitória irlandesa, mostraram grande resistência aos avanços dos atuais campeões, e devem complicar para os favoritos nesse ano.

O jogo começou bem equilibrado, com os visitantes levando perigo no começo, forçando o trabalho da defesa irlandesa, mas pelos próprios erros não conseguiram abrir o placar. Não demorou para que a Irlanda mostrasse a sua superioridade em campo, principalmente com boas jogadas na linha, sempre comandadas por Brian O’Driscoll, forçando o erro dos italianos. E foi assim que abriram o placar com Ronan O”Gara, acertando um penal, sendo o primeiro a ultrapassar a marca de 500 pontos na história do Six Nations.

O time da casa insistiu com a linha e foi recompensado minutos depois com um try de Jamie Heaslip, mergulhando na ponta, após rápida troca de passes, deixando a Itália sem ação. A Itália diminuiu o placar com um penal cobrado com perfeição por Craig Gower, mas foi prontamente retribuído por O’Gara. Faltando poucos minutos para o fim e após mais um penal de O’Gara, a Irlanda chegou ao seu segundo try na partida, após vncer a disputa no line out e a bola sobrar para Tomas O’Leary, no ruck, que deu um sidestep e mergulhou no ingoal adversário. Gonzalo Garcia recebeu um cartão amarelo por tackle perigoso, desfalacando a equipe, mas ainda deu tempo para a Itália reduzir o placar após um vacilo de Rob Kearney, que chutou a bola em cima de Kaine Robertson, que não teve dificuldades para apoiar no ingoal, valeu acreditar na bola que parecia perdida.

O jogo começou mais lento no segundo tempo, com as equipes trocando penalidades entre si, e a Itália nivelou bem o nível do jogo, se defendendo das poucas investidas irlandesas. A Irlanda aceitou passivamente e atacou sem objetividade, facilitando o trabalho defensivo. Brian O’Driscoll, sempre ele, lideoru as inicitaivas ofensivas, mas sem jamais conseguir atravessar a linha adversária.

O placar só foi alterado novamente com Paddy Wallace, na metade do segundo tempo, através de um penal, mas foi só. Mirco Bergamasco foi o responsável pelo melhor momento do segundo tempo, no último lance do jogo, mas a jogada terminou nas maõs do adversário. Sem dúvida, a Irlanda desapontou aqueles que esperavam um show dos atuais campeões, e se quiserem levantar a taça, terão que melhorar. 

Pontuação:

Irlanda

Tries: Jamie Heaslip (1), Tomas O’Leary (1)

Penais: Ronan O’Gara (4), Paddy Wallace (1)

Conversões Ronan O’Gara (2)

Itália

Tries: Kaine Robertson (1)

Penais: Craig Gower (1), Mirco Bergamasco (1)

Cartão Amarelo: Gonzalo Garcia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: