França vence e estraga festa escocesa


   

A Escócia recebeu a França em Murrayfield nesse domingo no último jogo da primeira rodada, disposto a começar com o pé direito e apagar as atuações dos últimos anos. O último jogo escocês, vitória apertada em casa sobre a Austrália deixou boas perspectivas para seus torcedores, que foram acompanhar o time.

A partida começou em ritmo alucinante, cortesia de Rougerie, ponta francês que desmontou 2 jogadores escoceses com tackles precisos. As equipes buscaram o jogo com a linha, e assim, quase surgiu o primeiro try do jogo, com uma interceptação de Max Evans entre o primeiro e segundo centro, levando a equipe escocesa até os 22m adversário, mas tiveram que se contentar com um penal convertido por Paterson, em seu 99º jogo pela seelção escocesa. A França quase retribuiu em grande estilo, com uma boa jogada na linha que viu Vincent Clerc voar pela lateral esquerda até sofrer uma francesa a poucos metros do ingoal, e ao tentar apoiar a bola, foi segurado por Tom Evans, impedindo o try.

Logo depois no entanto, os franceses chegaram primeiro ao seu try, com Mathieu Basteraud, , após passes velozes da linha francesa, bem ao seu estilo, e a bola sobrou limpa para o grandalhão mergulhar no ingoal sozinho. A Escócia não se intimidou e teve mais 2 chances na sequência, mas falaharam dentro dos 22m, ponto crítico da seleção durante toda partida. O máximo que conseguiram foi mais um penal de Paterson, prontamente respondido por Parra. Antes do fim do primeiro tempo, o Pinóquio francês, Basteraud conseguiu mais um try, dessa vez pela ponta esquerda, após boa jogada de Harinodoquy. Foram mais de 15 metros antes que alguém tentasse pará-lo, mas era tarde demais, com um dummy ele desmontou a defesa adversária e fez o seu segundo try do dia. Fim do primeiro tempo 15 a 6 para os visitantes.

As equipes mantiveram um ritmo muito forte no primeiro tempo, então era compreensível que o ritmo diminuísse no segundo, e foi o que aconteceu. A Escócia não mostrou a valentia do primeiro tempo e aceitou passivamente a superioridade francesa. Morgan Parra ampliou a vantagem logo no começo, com mais um penal. A França impôs o seu jogo e com calma anulou as poucas tentativas de avanço escocês.

O time da casa só foi ao ataque com pouco mais de 10 minutos jogados no segundo tempo, ma ainda assim, sem perigo. A França relaxou coma vantagem e salvo algumas jogadas com Clerc e Basteraud também não ameaçou com a mesma intensidade do primeiro tempo. Paterson conseguiu mais um penal, reduzindo a vantagem para 9 pontos. O restante do jogo se passou no campo escocês, à exceção de um boa avanço de Sean Lamont, o melhor jogador do lado escocês na partida, e após mais uma derrota, mais uma vez a Escócia mostra sua dependência dos chutes de Chris Paterson, o que é muito pouco para um time que quer ir além da quinta posição na competição.

A Escócia melhorou em relação aos últimos jogos, e conseguiu equilibrar as ações do jogo no primeiro tempo, mas simplesmente foi dominado no segundo tempo inteiro. Ambas equipes erraram muito, perdendo chances preciosas no momento de decisão, mas no caso da França, acho que apresentou um jogo superior aos demais concorrentes do Six Nations, lembrando que a equipe tem uma série de desfalques importantes que estiveram ausentes no jogo.

Pontuação:

França

Tries: Mathieu Basteraud (2)

Penais: Morgan Parra (2)

Conversões: Morgan Parra (1)

Escócia

Tries:

Penais: Chris Paterson (3)

Conversões:

Anúncios

Uma resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: