País de Gales tenta se redimir em casa


       

Depois do fiasco em Twickenham, quando conseguiu uma grande reação frente a Inglaterra, somente para colocar tudo a perder na parte final do jogo, o País de Gales recebe a Escócia no Millenium Stadium, outra equipe derrotada na primeira rodada, em um jogo onde a equipe que sofrer nova derrota praticamente acaba com as suas chances de título nesta edição do Six Nations.

O jogo também ganha importância por conta da histórica marca de Cris Paterson, fullback escocês. Quando entrar em campo no próximo sábado, se tornará o primeiro escocês a chegar aos cem jogos por sua seleção, e apenas o 11º jogador no Rugby a atingir a marca, além de ser o detentor da marca de maior número de pontos pela seleção, a grande maioria através de seus precisos chutes.

Para enfrentar os escoceses, apenas 2 mudanças em relação à equipe que foi derrotada pela Inglaterra. Alun-Wyn Jones, considerado o vilão da partida (tomou um amarelo desnecessário e os adversários marcaram 2 tries em sua ausência), continua, apesar das pesadas críticas. Terá que jogar muito para compensar o vexame no jogo anterior. Saem Luke Charteris e Tom James, dando lugar para Jonathan Thomas e Leigh Halfpenny. No banco, volta Tom Shanklin. 

País de Gales: 15 – Lee Byrne (Ospreys), 14 – Leigh Halfpenny (Cardiff Blues), 13 – James Hook (Ospreys),  12 – Jamie Roberts (Cardiff Blues), 11 – Shane Williams (Ospreys), 10 – Stephen Jones (Scarlets), 9 – Gareth Cooper (Cardiff Blues), 8 – Ryan Jones – capitão (Ospreys), 7 – Martyn Williams (Cardiff Blues), 6 – Andy Powell (Cardiff Blues), 5 – Alun-Wyn Jones (Ospreys), 4 – Jonathan Thomas (Ospreys), 3 – Adam Jones (Ospreys), 2 – Gareth Williams (Cardiff Blues), 1 – Paul James (Ospreys)
Reservas: 16 – Huw Bennett (Ospreys), 17 – Gethin Jenkins (Cardiff Blues), 18 – Bradley Davies (Cardiff Blues), 19 – Sam Warburton (Cardiff Blues),  20 – Richie Rees (Cardiff Blues), 21 – Andrew Bishop (Ospreys), 22 – Tom Shanklin (Cardiff Blues)

Técnico: Warren Gatland

Escócia: 15 – Chris Paterson (Edinburgh), 14 – Thom Evans (Glasgow Warriors), 13 – Sean Lamont (Scarlets), 12 – Graeme Morrison (Glasgow Warriors), 11 – Rory Lamont (Toulon), 10 – Dan Parks (Glasgow Warriors), 9 – Chris Cusiter – capitão (Glasgow Warriors), 8 – Johnnie Beattie (Glasgow Warriors), 7 – John Barclay (Glasgow Warriors), 6 – Kelly Brown (Glasgow Warriors), 5 – Alastair Kellock (Glasgow Warriors), 4 – Nathan Hines (Leinster), 3 –  Ewan Murray (Northampton), 2 – Ross Ford (Edinburgh), 1 – Alasdair Dickinson (Gloucester) 

Reservas: 16 Scott Lawson (Gloucester), 17 Allan Jacobsen (Edinburgh), 18 Richie Gray (Glasgow Warriors), 19 Alan MacDonald (Edinburgh), 20 – Mike Blair (Edinburgh), 21 – Phil Godman (Edinburgh), 22 – Max Evans (Glasgow Warriors) 

Técnico: Andy Robinson

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: