França vence Springboks


FFR logo20 versus 13 SouthAfricalogo

A França recebeu os Springboks nessa sexta para o primeiro Test Match das equipes neste mês, em Toulouse, e mostrou que inteligência e velocidade ainda tem vez no Rugby mundial, com uma boa vitória.

A África do Sul entrou em campo com o predicado de núemro 1 do mundo, invencível e atual campeão do Tri Nations, mas de nada adiantou a formação completa frente o XV de France motivado e embalado pelas vozes de milhares de torcedores entoando a Marselhesa.

Os franceses sairam na frente do palcar com Dupuy cobrando um penal cedido pelos adversários. Os Boks começaram tentando impor a sua força habitual nos rucks e nos tackles, mas os franceses suportaram bem a pressão e roubavam constantemente bolas nos rucks e até no line out. Alguns tackles atrasados mostravam o nervosismo dos sulafricanos, pouco acostumados a estar atrás no placar, e pior ainda, a ter dificuldades em impôr o seu jogo.

Mas os franceses também tiveram a sua parcela de erros, e desse modo, Morné Steyn empatou a partida. Ele mesmo virou o jogo com um drop goal, após nova tentativa dos forwards sulafricanos tentarem, sem sucesso furar o bloqueio montado pelos seus colegas franceses. Após a reposição de bola, Jaque Fourie lançou Habana com um chute preciso, na ponta. Na corrida entre Heymans e Habana, Habana venceu, mas ao apoiar, a bola já havia saído. O line francês foi muito mal cobrado, e Smit atento (e não Kankowski, conforme havia falado no Twitter) atropelou Dupuy para fazer o try. Steyn converteu, fazendo 13 a 3 para os visitantes.

Não deu nem para respirar, pois os Bleus responderam na mesma moeda no lance seguinte. Após recuperar a posse de bola no reinício da partida, a linha francesa voou, con Yann David  e um tapa de Tinh-Duc, acabando nas mãos de Clerc que apoiou no canto direito. Dupuy errou a conversão, mas os franceses estvam de volta na partida.

Os jogadores se desentenderam em vários momentos, elevando a temperatura da partida. Em um penal, Habana chutou um adversário no chão, recebendo vaias ensurdecedoras da torcida. O juiz nada viu, senão poderia dar um cartão para o jogador. No penal Dupuy mandou na trave. Houve ainda mais uma chance para ele se redimir. No último lance do primeiro tempo, a linha francesa avançou e ao chutar a bola para a corrida do ponta, Steyn deu uma rasteira no francês, levando cartão amarelo. Dupuy acertou o chute e as equipes foram para o intervalo com apenas 2 pontos separando ambos, com vantagem para os visitantes. 11 a 13 para os Bleus.

O segundo tempo começou, e com um jogador a menos, os franceses continuaram a pressionar e os boks continuarama errar, cedendo penais seguidos. Bakkies Botha deu um tackle em Clerc, com o jogo parado, dando início à confusão. Dupuy, no entanto, cobrou muito mal, perdendo a chance de passar à frente no placar. Antes da volta de Steyn, Dupuy colocou os donos da casa em vantagem, com um penal bem cobrado.

Peter de Villiers fez algumas substituições, que se revelaram inócuas no decorrer do jogo. Já Marc Lievremont fez as suas entre elas Chabal, e elas surtiram melhor resultado. Ainda assim, os sulafricanos tiveram a chance de liderar novamente, mas Morne Steyn errou o chute, fato raro.  O que se mostrou ainda mais constante no segundo tempo foram os penais cedidos pelos Boks. Em um deles, Dupuy anotou mais um, fazendo 17 a 13 para os franceses.

Faltando 10 minutos para o fim do jogo, Kankowski levou o amarelo, relegando a sua equipe a ficar com um jogador a menos novamente, em um momento crítico do jogo. De frente para os paus e a menos de 10 metros, Dupuy errou o chute, mas a superioridade de sua equipe era clara nessse momento da partida e se manteve até o fim do jogo, com Dupuy acertando mais um penal e fechando o placar em 20 a 13 para os Bleus.

Péssimo começo de tour para os Springboks, começo brilhante para os franceses. A França recebe Samoa na próxima semana, enquanto que os sulafricanos vão até a Itália para ajustar a equipe.

Anúncios

Uma resposta

  1. Nestes comentários a respeito dos Boks, não podemos esquecer que não é o time principal e sim uma equipe com muiots novos jogadores.

    Saudações Ovaladas!

    Sócio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: